, 8 de Maio de 2013

Vêm aí os Ceccaldi

Figuras exponenciais de uma nova geração de improvisadores franceses, actualmente a ganhar o primeiro plano em associações com, entre outros, a contrabaixista Joelle Léandre, os irmãos Théo e Valentin Ceccaldi têm marcada para Maio uma digressão por Portugal.

O, respectivamente, violinista e violoncelista vão tocar em Lisboa, Coimbra e Porto num quarteto com Luís Vicente (trompete) e Marcelo dos Reis (guitarra clássica preparada). Recebê-los-ão a Ler Devagar, na alfacinha Lx Factory, a 17, no dia seguinte o conimbricense Centro Comercial Avenida e, a 19, o Microvolumes do Porto.

A “tournée” continua depois com o projecto Deux Maisons, numa nova combinação com Luís Vicente em que surge o baterista Marco Franco. A 22 de Maio estarão na Trem Azul, em Lisboa, a 23 no Salão Brazil, em Coimbra, a 24 no Carpe Diem, no Porto, a 25 no Lugar do Capitão, em Viseu, e finalmente, no dia 26, participam no MIA – Encontro de Música Improvisada de Atouguia da Baleia, em Peniche.  Antes deste “sprint” os quatro músicos irão para estúdio, a fim de gravar um disco.

Este circuito português acontece no rescaldo do lançamento de “Carrousel” (Ayler Records), pelo Théo Ceccaldi Trio, que os mais rasgados elogios da crítica. Por exemplo, a publicação “online” All About Jazz salientou o espírito «aventuroso» do grupo, considerando-o «intenso mas lírico» e «leve apesar de profundo».