, 23 de Maio de 2013

Novidades na Clean Feed

Apontada pelos “media” especializados como uma das cinco mais importantes editoras internacionais de jazz, a portuguesa Clean Feed acaba de publicar quatro novos títulos (cinco na verdade, se acrescentarmos um disco que desde Abril já circulava em Portugal, “Lamaçal”, dos Lama com Chris Speed). Todos eles importantes marcos nas discografias dos respectivos músicos e no catálogo da etiqueta sediada na Rua do Alecrim, em Lisboa.

Dois deles têm a presença de um dos grandes saxofonistas tenor da actualidade, Ellery Eskelin (na foto acima). Um em nome próprio, “Mirage”, na companhia de Susan Alcorn (com um instrumento pouco ou nada utilizado nesta área musical, a guitarra “pedal steel”) e do contrabaixista Michael Formanek, e o outro inserido no September Trio de Harris Eisenstadt, em “The Destructive Element”. A pedido expresso do compositor e baterista, a capa deste é uma paisagem alentejana. O piano do álbum é tocado por Angelica Sanchez, uma artista da casa que se tem feito notada.

Outra das novidades documenta o encontro, no Jazz ao Centro de 2012, do Trespass Trio de Martin Kuchen com o lendário Joe McPhee em saxofone tenor e trompete de bolso, os seus principais instrumentos. Também uma inesperada reunião é a que encontramos em “Meteo”, CD que junta a pianista francesa Sophie Agnel a John Edwards e Steve Noble, dois incontornáveis da improvisação britânica.

Por sua vez, em “City of Asylum” o contrabaixo de Eric Revis interage com o piano de uma notável da nova geração nova-iorquina, Kris Davis, e com uma figura histórica do jazz mais livre, o baterista Andrew Cyrille. Temos aqui umas boas horas de audição.