, 21 de Junho de 2013

Poesia jazz

O poeta e homem da noite Miguel Martins vai no próximo dia 27 de Junho (a partir das 22h30) ao bar de A Barraca ler poesia portuguesa com uma característica comum: as referências ao jazz. Na sua selecção estão versos da autoria de Vasco Gato, M. Parissy (Mário Galego, o jornalista que publicou o livro “Uma Estória de Jazz em Valado dos frades”), Jorge de Sena, Fernando Grade, Levi Condinho e Maria do Céu Guerra.

Martins foi, durante os seis anos em que durou a edição em papel da revista jazz.pt, o responsável pela secção A Estante do Miguel, na qual, precisamente, fazia um levantamento das menções jazzísticas na literatura e na poesia contemporâneas, nossas e de outras paragens. A mesma temática levou-o a ministrar um curso no Centro Nacional de Cultura e a proferir uma série de conferências em vários pontos do País.

É ele também o autor do ensaio “Jazz e Literatura”, hoje esgotado e refutado por quem o escreveu. Desta forma, muito ao jeito sarcástico e irónico que todos lhe conhecem: «Um livro que, não obstante alguns (poucos) méritos, é aquilo a que em musicologia se chama “uma grande merda”.» Nós não concordamos...