, 31 de Outubro de 2013

Novembro em grande no Salão Brazil

Quem já se apercebeu que na Noruega há uma realidade musical diferente das demais teve já oportunidade de fixar alguns nomes que se movem no jazz e na música improvisada. Muitos deles têm visitado Portugal mais do que uma vez. Acontece que, entretanto, novas fornadas de músicos estão por lá a ganhar dimensão e procuram saltar fronteiras, merecendo igualmente a nossa atenção.

É o caso do Lana Trio, formado por jovens talentos como o trombonista Henrik Munkeby Nørstebø, o pianista Kjetil Jerve e o baterista Andreas Wildhagen. No dia 30 de Novembro o grupo toca no Salão Brazil, em Coimbra, um dos mais importantes espaços de rodagem do jazz ao vivo no nosso país. Vêm apresentar o seu álbum de estreia, e no contexto de uma bem preenchida digressão europeia tocarão igualmente na Trem Azul, em Lisboa, a 29, e na portuense Sonoscopia, no dia 1 de Dezembro.

Cada um destes nomes está envolvido em outros projectos noruegueses das mais variadas tendências, do jazz mais convencional ao chamado “experimentalismo”, passando pelo free, a improvisação não-idiomática e até o rock (caso de Wildhagen, membro da banda The Lovethugs). Um deles tem já uma ligação lusitana: Nørstebø lançou em 2011 o seu álbum “Solo” pela lisboeta Creative Sources.

O Lana Trio define-se a si mesmo pelo «esticamento de parâmetros musicais como a densidade, a velocidade, a duração e o volume, com vista a criar diferentes possibilidades de interacção», seja com base em partituras gráficas como em processo de composição imediata, o que muito promete.

A programação de Novembro do Salão Brazil inclui outras importantes figuras do jazz europeu. Já no dia 7 lá estarão os alemães Carsten Daerr e Hanno Stick, para tocarem com o nosso Carlos Bica. Trata-se do novo grupo berlinense do contrabaixista português, com actuação marcada também para o festival Estarrejazz, a 8, tendo como principal característica a sua visão intimista, e até poética, da fórmula “trio de piano jazz”.

Somando-se às passagens pela Cidade Universitária de quartetos transnacionais como o de Keir Neuringer com Rodrigo Pinheiro, Hernâni Faustino e Andrew Lisle (dia 1) e o de Carlos “Zíngaro” com Ulrich Mitzlaff, Álvaro Rosso e João Pedro Viegas (23, prevendo-se neste caso a gravação de um disco), Novembro será com certeza um mês em cheio para os amantes conimbricenses da música criativa.