, 16 de Maio de 2014

Parede com jazz

Situada no concelho de Cascais, Parede vai finalmente entrar no circuito dos eventos de jazz. Com a editora Clean Feed e a sua “sublabel” Shhpuma a mudarem-se para a vila dentro em breve, é para a centenária Sociedade Musical União Paredense (SMUP) que está marcada, para os próximos meses de Junho e Julho, a Combat Jazz Series – Powered by Clean Feed, um ciclo de concertos que se propõe «mostrar os inúmeros caminhos do jazz como música livre e em constante busca de novas formas e sonoridades».

A 2 de Junho apresenta-se o projecto Free Moby Dick de Stefan Pasborg, numa de várias paragens de uma digressão por Portugal deste grupo nórdico (Dinamarca, Finlândia e Lituânia) especializado na conversão de temas clássicos da história do rock, mas é para Julho que se anuncia o grosso das actividades agendadas para o Verão. No dia 11 tocam os noruegueses Cortex, praticantes de um jazz que interessará tanto aos apreciadores das colaborações de Ornette Coleman com Don Cherry como aos fãs dos Masada originais, quando John Zorn tinha Dave Douglas a seu lado.

O dia 17 está reservado para um trio europeu (Bélgica, Alemanha e França) de músicos radicados em Nova Iorque: Baloni. Caracteriza-os uma abordagem melancólica das combinações do composto com o improvisado, mas sempre com uma inquietude que parece anunciar a tempestade . A 20 de Julho, actuam os Gorilla Mask de Peter van Huffel (Bélgica, na foto), “power trio” que poderia ser de rock se em vez de um saxofone alto tivesse uma guitarra eléctrica, ainda que nunca iludindo a herança jazzística que passou por Charlie Parker e Eric Dolphy.

Haverá mais “combat jazz” depois destas datas, mas entretanto confirma-se a realização, no final de Setembro, daquela que pretende ser a estreia de uma outra novidade absoluta na Parede, o Festival de Jazz e Música Improvisada da Parede. Este é uma iniciativa da associação Cultura no Muro para a SMUP, com programação do ensaísta e crítico paredense Rui Eduardo Paes centrada na prata-da-casa (isto é, em músicos portugueses, alguns deles residentes na linha de Cascais), com cartaz a anunciar em Agosto.