, 4 de Agosto de 2014

XJazz de volta às aldeias do xisto

Inicia-se no próximo dia 9 de Agosto, terminando só em Dezembro, mais uma edição do XJazz – Ciclo de Jazz das Aldeias do Xisto, iniciativa do Jazz ao Centro Clube e da ADXTUR – Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto destinada a fomentar uma maior dinamização artística das Beiras, por via do jazz e músicas congéneres, e ainda a promover os seus recursos endógenos, dos naturais aos culturais.

A estreia faz-se com a cantora angolana Aline Frazão na Casa das Artes de Miranda do Corvo, num concerto inserido nos Serões de Verão de Gondramaz. Com canções do álbum “Movimento”, lançado em 2013, e do disco anterior, que incluem poemas de Carlos Ferreira “Cassé”, Eduardo Agualusa e Ondkaji, a actuação é complementada pelos músicos Marco Pombinho (teclados), Francesco Valente (contrabaixo e baixo eléctrico) e Marcos Alves (bateria e percussão).

Também em Agosto, o violetista José Valente estará em residência artística numa das aldeias do xisto, para o desenvolvimento de um novo projecto. No historial deste músico em fase de grande afirmação constam já colaborações com nomes da craveira de Dave Douglas, Don Byron, Hank Roberts, Jason Kao Hwang e Daniel Levin.

A 30 do mesmo mês, apresenta-se na Aldeia de Gondramaz (Miranda do Corvo) a dupla Susana Travassos / Múcio Sá, com um repertório que transparece uma forte influência da música popular brasileira e a funde com o jazz. A cantora e compositora portuguesa iniciou a sua carreira com um disco de homenagem a Elis Regina e teve parcerias com figuras como Zeca Baleiro, Toninho Horta e Chico César. Natural da Bahia, o seu acompanhante divide a actividade entre a MPB e a produção de música electrónica de dança.

Outra residência artística será realizada em Setembro, desta feita com o grupo transnacional Cows on Trees (foto acima, de Petra Cvelbar). Integram-no a trompetista portuguesa Susana Santos Silva, a pianista eslovena Kaja Draksler, o saxofonista brasileiro Yedo Gibson e o baterista catalão Vasco Trilla. Na ocasião será gravado um novo CD, a editar pela JACC Records.

Para o último trimestre do ano estão reservados mais dois concertos, com apresentações em primeira mão de novas edições discográficas e duas residências artísticas, a primeira com a participação de mais um grupo multinacional e a segunda com a participação dos alunos da ESART (Castelo Branco).

O XJazz contou no passado com uma residência artística de Evan Parker e uma vintena de músicos, desenhadores, fotógrafos e videastas nacionais. Também o grupo Pedra Contida esteve em residência, desse encontro entre Marcelo dos Reis, Nuno Torres, Angélica Salvi, Miguel Carvalhais e João Pais Filipe tendo resultado um disco da JACC Records. Para a história ficaram ainda concertos de Ingebrigt Haker Flaten, Vânia Fernandes com Júlio Resende, Tora Tora Big Band, Luís Vicente Trio, Daniel Levin com Rob Brown, Maria João Ogre, Couple Coffee, José Peixoto com António Quintino e Kátia Sá com João Camões.