, 12 de Janeiro de 2015

MIA 2015 em Maio

Uma das não muitas certezas que hoje em dia cada novo ano traz é a de que, pelos lados de Atouguia da Baleia, em Peniche, se realizará mais uma edição do MIA, iniciativa que esta mesma revista chamou de «congresso dos improvisadores». Pois aí está o anúncio, acabado de sair: o Encontro de Música Improvisada de Atouguia da Baleia vai realizar-se nos dias 15, 16 e 17 de Maio próximo. O período de inscrições abrirá em breve, através do blogue http://mia-festival.blogspot.pt/.

Por esta mesma via se poderá ainda encomendar o registo das actividades desenvolvidas na edição de 2013 (outro será disponibilizado no próximo encontro com os conteúdos do de 2014). Trata-se de uma edição bem original, distribuída em formato de “pen”. O que ali aconteceu há quase dois anos está dividido em três secções. Uma é de áudio, com as gravações de cada uma das improvisações realizadas, entre grupos sorteados, grupos fixos e ensembles. A qualidade técnica do som é a habitual quando Emídio Buchinho se encarrega dos manípulos. Outra secção inclui fotos de palco e de bastidores tiradas por J. Félix Costa e outra ainda é de vídeo, reunindo as obras de vídeo-arte que foram apresentadas no evento (de Albano Ruela, Ana Maria Pintora, César Naves, Anthony Donovan / Albano Ruela, Jaime Rodriguez e VAS) e ainda um “vídeo-report” com fragmentos das actuações musicais. Disponível ainda o cartaz, com “design” de Daniela Chagas.

Enquanto Maio não chega, está aqui muito para ouvir e ver em antecipação, sendo possível perceber os motivos que tornam o MIA num caso tão especial a nível planetário, motivo aliás que faz com que cada vez mais músicos estrangeiros de vários continentes rumem ao Oeste português para improvisarem com músicos nacionais.