, 23 de Fevereiro de 2015

Clark Terry RIP

Deixou-nos mais um dos grandes da história do jazz. Já com uma provecta idade,  95 anos, Clark Terry não resistiu a complicações na sua diabetes, falecendo no passado sábado, 21 de Fevereiro. A sua carreira passou pelo swing e plas “big bands” de Count Basey e Duke Ellington, transitando depois para o be bop e o hard bop e deixando a sua marca em outros trompetistas, com Miles Davis à cabeça. Deve-se-lhe a ele, igualmente, a introdução do fliscórnio no jazz, hoje o segundo instrumento de muitos dos músicos que tocam trompete. Anita O’Day, Lionel Hampton, Oscar Peterson, J.J. Johnson, Bob Brookmeyer foram outros nomes de referência com quem colaborou. Tinha 16 doutoramentos honorários e recebeu dois Grammys e o prémio francês da Ordem das Artes e das Letras. Ainda recentemente (2005), a Jazz Journalists Association concedeu-lhe o título de Trompetista do Ano.