, 18 de Maio de 2015

Granular na ZDB

A Granular de Carlos “Zíngaro” (foto acima) vai mais uma vez ocupar vários espaços da ZDB, em Lisboa, para um festival com os músicos da associação mais um convidado, o saxofonista Jorrit Dijkstra. Três concertos por noite e um “workshop” conduzido por Dijkstra estão no cardápio de realizações dos próximos dias 5 e 6 de Junho.

O evento abre às 21h00 de 5, no segundo andar da Galeria Zé dos Bois, com um quinteto fronteado pelo próprio Dijkstra (saxofone alto, lyricon, electrónica) em que participam Paulo Chagas (flauta), Fernando Simões (trombone), João Madeira (contrabaixo) e Nuno Morão (percussão). Às 22h00, no Aquário, vez para o duo de Abdul Moimême (guitarra eléctrica preparada) e João Silva (electrónica, guitarra eléctrica, objectos). Às 23h00, regresso ao 2º andar, para o quarteto de Paulo Curado (saxofone soprano), Miguel Mira (violoncelo), Bruno Parrinha (clarinete) e Tomás Freire (voz).

Entre as 15h00 e as 18h00 de 6 de Junho, Jorrit Dijkstra conduz um seminário sobre «exercícios de técnicas de improvisação» no 2º andar, e à noite os concertos começamàs 21h00  no Aquário com o ZNGR Electro-Acoustic Ensemble (Carlos “Zíngaro” em violino e electrónica, Emídio Buchinho em guitarra eléctrica e electrónica, Carlos Santos em electrónica) com João Pedro Viegas como quarto elemento, em clarinetes soprano e baixo. Às 22h00, no 2º andar, tocam Pedro Carneiro (marimba), Miguel Falcão (contrabaixo) e Ulrich Mitzlaff (violoncelo). Às 23h00, a dupla de computadores formada por Miguel Carvalhais e Vítor Joaquim actuará no Aquário.

O ambiente festivaleiro desta nova actividade da Granular é antecedido por uma ida desta, em parceria com o MIA, ao Teatro da Malaposta. A 23 de Maio, desde as 21h30, aí se apresentará a Rive Gauche Mid Range Orchestra de João Pedro Viegas, formação de 21 elementos com Maria Radich, Carlos Santos, Carlos “Zíngaro”, Ulrich Mitzlaff, Miguel Mira, Manuel Guimarães, Jorrit Dijkstra, Guy-Frank Pellerin, Ricardo Ribeiro, Bruno Parrinha, Paulo Chagas, Paulo Curado, Carlo Mascolo, Fernando Simões, Abdul Moimême, Emídio Buchinho, Domenico Saccente, João Madeira, Miguel Falcão e Miguel Feraso Cabral.