, 25 de Junho de 2016

Granular Fest volta à ZDB em Julho

Tem lugar a 15 e 16 de Julho próximos, na ZDB, em Lisboa, mais uma edição do Granular Fest, iniciativa da associação de músicos e artistas sonoros de que Carlos “Zíngaro” (ilustração acima de Joana Pires) é o presidente e foi um dos fundadores, a Granular.

Com realização no célebre Aquário daquele espaço no Bairro Alto, são três os concertos agendados para a noite de sexta-feira 15, com início às 21h00. O primeiro a subir ao palco é o trio do guitarrista Emídio Buchinho com Carlos Santos em electrónica e Nuno Morão em percussão. O resto da noite faz-se com dois duos, um constituído pelo electronicista Ricardo Webbens e pelo baterista Gustavo Costa e o outro por Abdul Moimême (guitarra eléctrica preparada) e Albert Cirera (saxofones tenor e soprano).

No sábado seguinte, serão quatro os concertos em sucessão a partir da mesma hora. A abertura faz-se com o projecto “Matière & Memoire” de Diogo Lopes e Tomás Freire, respectivamente em electrónica e voz. Segue-se o 4TET de Carlos “Zíngaro” (violino), Ulrich Mitzlaff (violoncelo), Alvaro Rosso (contrabaixo) e João Pedro Viegas (clarinetes soprano e baixo) e logo depois um outro quarteto formado por Manuel Guimarães (guitarra clássica), João Camões (viola), José Bruno Parrinha (clarinete soprano) e Miguel Falcão (contrabaixo). O fecho faz-se com os brasileiros Rádio Diáspora (com Rómulo Alexis em sopros e Wagner Ramos na bateria, ambos utilizando igualmente dispositivos electrónicos), tendo como convidados Paulo Curado em flauta e João Madeira no contrabaixo.

Na tarde de dia 16 haverá ainda um “workshop”, conduzido por Manuel Guimarães.