, 13 de Setembro de 2017

Saiu livro de 600 páginas sobre o jazz europeu

Conta com 600 páginas e junta 39 textos de 43 autores, mais 80 fotografias e um mapa. Nunca se fez nada do género: é a primeira vez que em livro – e em Inglês – se observam as realidades jazzísticas europeias em conjunto, contando as suas histórias com uma abrangência que vai de Lisboa e Reykjavík a Moscovo e Istambul. Tem como título “The History of European Jazz – The Music, Musicians and Audience in Context”. A iniciativa partiu da Europe Jazz Network, estrutura que congrega os principais promotores de festivais e concertos de jazz na Europa, e tem a coordenação do historiador de jazz, arquivista e programador italiano Francesco Martinelli, nome que também associamos ao Festival de Jazz de Pisa e à Italian Instabile Orquestra. O capítulo dedicado a Portugal ficou a cargo do ensaísta e crítico de música (e editor da jazz.pt) Rui Eduardo Paes. Pelas páginas desta publicação passou já outro dos intervenientes: o romeno Virgil Mihaiu.

Os relatos têm como termo o ano 2000 e não se ficam pela caracterização do jazz em cada país do Velho Continente – a última das nove secções incide sobre a passagem dos primeiros “entertainers” afro-americanos pela Europa, a relação das comunidades ciganas e judias com o jazz e as ligações deste com as vanguardas, o jazz no cinema e, ainda, os festivais europeus dedicados a este género musical. Muita leitura, portanto. Mais informação aqui: https://www.equinoxpub.com/home/jazz-over-europe-francesco-martinelli/