, 1 de Fevereiro de 2018

Unearthing the Music homenageia Plastic People of the Universe em Lisboa

A entidade organizadora do Out.Fest, Out.Ra, vai assinalar no Goethe Institut o fim do projecto de investigação “Unearthing the Music: Creative Sound and Experimentation Under European Totalitarianism” com dois dias (15 e 16 de Fevereiro) de conferências, concertos e mostras de filmes alusivos à criação musical dita de vanguarda (nas áreas do jazz, do rock, da electrónica e outras) no Leste europeu, entre os anos de 1957 e 1989. Destaca-se, na noite de fecho, o grupo co-dirigido por Ivan Bierhanzl e Ivan Acher, membros da Agon Orchestra, com convidados como Chris Cutler (Henry Cow, Pere Ubu, Cassiber e uma profícua actividade nos circuitos da improvisação) e os portugueses Carlos “Zíngaro”, Vítor Rua e Manuel Guimarães. A formação propõe-se interpretar temas dos lendários Plastic People of the Universe (foto acima), banda prog checoslovaca que se tornou num símbolo da resistência ao totalitarismo entre os finais da década de 1960 e a de 80. Actuações de Alexei Borisov e dos Ornament und Verbrechen constam igualmente do programa.

De assinalar ainda as intervenções orais dos jornalistas musicais Chris Bohn e Tony Herrington, ambos da revista britânica Wire, e de académicos como Pavla Jonssonova (Universidade Anglo-Americana de Praga) e Paula Guerra (Instituto de Sociologia da Universidade do Porto). Entre os filmes que serão projectados, de referir “East Punk Memories” (sobre a cena punk na Hungria) e “Elektro Moskva” (com a história da música electrónica na URSS como tema).