Remoto

Klaus Filip / Dafne Vicente-Sandoval: “Remoto” (Potlatch)

Potlatch

Pedro Chambel

“Remoto” é o mais recente álbum da editora francesa Potlatch e junta dois improvisadores com “backgrounds” bem diferentes. Klaus Filip vem desenvolvendo diversas colaborações na área electroacústica da improvisação reducionista e Dafne Vicente-Sandoval é uma fagotista com actividade na área da música contemporânea. Neste sua segunda incursão discográfica pela música improvisada, Sandoval colocou microfones em diversas secções do fagote e durante a sua performance vai “desconstruindo” o instrumento de maneira a extrair sons que normalmente não lhe são associados. Outros recursos consistem em retirar o bocal para o utilizar separaradamente do corpo, soprar nas extremidades das secções do instrumento ou a amplificação do percutir efectuado pelos dedos no corpo e nas chaves desta madeira de dupla palheta.

 O disco propõe-nos dois temas, um gravado em estúdio e denominado “Obscur”, e o outro, “Clair”, captado durante uma actuação do duo numa igreja. Não obstante a oposição assumida pelas duas denominações, os parâmetros são semelhantes. As sinusoidais de Filip fazem-se ouvir com maior frequência, criando as situações sonoras para que Vicente-Sandoval explore o seu fagote. A complementaridade entre os dois músicos resulta, de resto, muito bem.

Klaus Filip mostra ao longo do disco uma paleta de soluções interessante, ora com registos graves, ora agudos, contrastando com as habituais sonoridades “monolíticas” e repetitivas que normalmente resultam da manipulação de sinusoidais. Dafne Vicente-Sandoval, por seu lado, mostra-nos porque é que se utiliza o termo “instrumentos de vento” para nos referirmos à família organológica a que o fagote pertence – não é só este que soa, mas também o sopro. 

A música espraia-se com rara beleza e sedução, tornando a audição deste disco indispensável para quem se interesse pelos rumos trilhados (e pelos riscos assumidos) pelas novas tendências da improvisação. 

  • Remoto

    Remoto (Potlatch)

    Klaus Filip / Dafne Vicente-Sandoval

    Klaus Filip (sinusoidais); Dafne Vicente-Sandoval (fagote)