Driftwood

Wolfgang Muthspiel: “Driftwood” (ECM)

ECM

Gonçalo Falcão

Grande disco de um trio liderado por uma guitarra e proposta muito interessante para o papel deste instrumento numa formação jazzística. Vamos por partes: Wolfgang Muthspiel é um guitarrista experiente, com um olhar amplo sobre o instrumento, o que quer dizer que vai muito para além das cordas e dos trastos. A sua forma de tocar tem algumas particularidades, conseguindo integrar nas suas composições várias aproximações pouco ortodoxas, transformando o textural em melódico ou rítmico (ou ambos).

O músico estreia-se na ECM (provavelmente numa tentativa de alargar o seu público, pois tem a sua própria editora) com um disco excelente, cheio de música original. Apresenta uma forma inteligente de colocar a guitarra em funcionamento e de esta conduzir a composição, com ideias interessantes e temas fortes e sólidos.

Acolitado pelo contrabaixista Larry Grenadier e pelo baterista Brian Blade, o disco entrega-nos uma música subtil mas ao mesmo tempo intensa, com ambos a funcionarem à volta da guitarra e sem se transformarem numa convencional secção rítmica. A bateria e o contrabaixo não se limitam a construir bases para a guitarra solar – têm um papel construtivo e interventivo, participando nos jogos texturais e nos diferentes planos rítmicos da composição de Muthspiel.

Entre o lírico e o abstracto e entre a guitarra clássica e a eléctrica, este lançamento é uma das boas surpresas desta editora que tem proporcionado um património guitarrístico de excepção para o jazz.

  • Driftwood

    Driftwood (ECM)

    Wolfgang Muthspiel

    Wolfgang Muthspiel (guitarra, guitarra eléctrica); Larry Grenadier (contrabaixo); Brian Blade (bateria)