Dave Douglas / Uri Caine: “Present Joys” (Greenleaf Music)

Rui Eduardo Paes

Há muito que o trompetista Dave Douglas e o pianista Uri Caine encetaram um trabalho colaborativo, mas esta é a primeira vez que os encontramos em duo num disco. O projecto inspira-se no repertório Sacred Harp, tradição coral protestante do Sul dos Estados Unidos que remonta ao século XVIII e se manteve viva até ao XIX. O conceito ora passa pela adaptação de temas históricos, ora pela escrita (por Douglas) de peças com esse tipo de influência. Neste contexto, o trompete toma as vezes da voz humana e o piano assume por inteiro a sua função de acompanhamento, com Caine empenhado «em manter o “groove”» e em «criar texturas para o solista».

Este mergulho com linguagem jazz num património musical distinto dos gospels negros constitui uma surpresa. Trata-se de um projecto deveras interessante, se bem que as discografias de Dave Douglas e Uri Caine tenham obras mais gratificantes. Quem referencia Uri Caine nas suas versões de Mahler ou Bach encontra apenas um indício desse tipo de investimento na primeira faixa, “Soar Away”, mas quem prefere ouvir Douglas em primeiríssimo plano tem aqui com que se deleitar. Ainda que respeitando os originais, a adopção destes pelos dois músicos é muito livre, de acordo com as premissas da “arte do duo”.