Adrien Marco Trio: “Voyages” (Kiss Kiss Bang Bang)

Nuno Marinho

Ouvir o novo álbum do Adrien Marco’s Trio constitui uma viagem por si mesma. O título “Voyages” não podia ser mais acertado. A excelente tonalidade de guitarra de Marco convida-nos a viajar pela essência do “swing” cigano, acrescentando-lhe os sons mediterrânicos da sua cidade natal italiana. A amplitude da música vai de baladas sentidas a temas “manouche” incendiados. A selecção do repertório é de um refinado gosto, incluindo boas canções originais e arranjos com uma grande diversidade tímbrica.

O jovem músico toca guitarras acústica e eléctrica, enfatizando a interpretação melódica, colocando em prática um conhecimento musical ecléctico e muito frequentemente introduzindo nas improvisações algumas citações reconhecíveis, para nosso prazer. A secção rítmica de Adrien Ribar (guitarra) e Maxime Ivatchenko (contrabaixo) chega a elevados níveis de versatilidade. Também Julien Brunard, no violino, performa de modo surpreendente. A interpretação do clássico “Historia de un Amor” contida neste disco é muito provavelmente uma das melhores que já foram realizadas.