Nate Wooley / Daniele Martini / João Lobo: “Legacy of Ashes” (Creative Sources)

Rui Eduardo Paes

A gravação é de 2011 e há muito pedia que fosse editada em disco. Tal acabou por acontecer este ano (2016) na quase improvável Creative Sources – “improvável” dado o cunho acentuadamente jazzístico da música que nestes temas se ouve e “quase” porque a editora de Lisboa que nos habituámos a identificar com as tendências mais radicais da improvisação e da electroacústica até vem nos últimos tempos dando alguma atenção ao jazz. Em “Legacy of Ashes” encontramos dois elementos dos Tetterapadequ, quarteto que participou na recente edição do Jazz em Agosto, a tocarem com o trompetista Nate Wooley numa sessão ocorrida em Bruxelas.

Se as coordenadas são muito obviamente as do free jazz, se bem que numa abordagem mais reflectida e introspectiva do que é habitual encontrar nesta área, há uma geral preferência pelo tonalismo e pelo modalismo por parte de Wooley e do saxofonista Daniele Martini, com o português João Lobo mais focado na exploração de padrões rítmicos do que nas (des)construções texturais que vão sendo de regra. O tema “Operation Mocking Birds” é disso um exemplo, com o seu carácter africanista que parece resumir tudo o que se fez com tal alusão na história do jazz. Se os jogos estabelecidos entre  o trompete e os saxofones (tenor e soprano) são bem interessantes, com Martini a exceder-se a si mesmo, o trabalho mais notável é desenvolvido pelo baterista. Este é, talvez, o melhor registo a ouvir para perceber a inteira dimensão das superlativas capacidades de João Lobo.