28 de Março de 2018

Como que um renascimento

texto Rui Eduardo Paes e João Esteves da Silva fotografia Andreea Bikfalvi

Foi uma Festa do Jazz diferente da dos últimos anos que decorreu no fim-de-semana de 22 a 25 de Março, dada a passagem do S. Luiz para vários espaços do Príncipe Real e do Bairro Alto. Manteve-se a grande adesão de público e a qualidade musical, com destaque para as prestações do JPES Trio, de Rodrigo Amado com Hernâni Faustino e João Lencastre e do The Rite of Trio.

Ler mais

19 de Março de 2018

Caras novas e boas ideias

texto Rui Eduardo Paes fotografia Maria Bicker

O propósito era centrar as atenções sobre uma novíssima geração de improvisadores de que pouco ainda se conhece e isso atraiu uma larga assistência ao O’culto da Ajuda. Numa só noite foram três os concertos e em todos eles se revelaram boas propostas, embora os dois primeiros também ficassem marcados por alguma, previsível, pouca experiência. Excelente foi a prestação do trio Symph (foto acima), no final.

Ler mais

16 de Março de 2018

Teatro ao piano

texto Rui Eduardo Paes fotografia Cláudio Rêgo

Dois concertos recentes vieram confirmar aquela que será a principal característica do pianista Rodrigo Pinheiro (foto acima): a encenação e a dramatização das situações em que se encontre envolvido. O primeiro entusiasmou o público, o outro foi menos bem-sucedido…

Ler mais

6 de Março de 2018

Lugar aos jovens

texto Rui Eduardo Paes fotografia Marta Caeiro

A oitava edição do ciclo de jazz da Amadora voltou na passagem do mês de Fevereiro para Março a mostrar o quão diversas são as propostas que em Portugal se abrigam sob a designação “jazz”. O consagrado Carlos Martins foi o cabeça-de-cartaz, mas o grosso do programa deste ano recaiu, mais uma vez, sobre as novas gerações e estas brilharam (foto acima: Desiderio Lázaro "Moving").

Ler mais

28 de Fevereiro de 2018

Quando a diversidade é consistente

texto João Esteves da Silva fotografia Ana Maria Amorim

Festival dedicado às músicas de ponta que se praticam no nosso país, sem privilegiar nenhuma em particular, o Rescaldo apresentou-nos este mês de Fevereiro, em dois fins-de-semana, músicos com percursos na área da improvisação e do jazz que têm projectos de outro teor. A jazz.pt ouviu alguns deles (foto acima de Joana Gama: Cláudia Cruz).

Ler mais

7 de Fevereiro de 2018

De como vale a pena surpreender

texto Rui Eduardo Paes fotografia Cláudio Rêgo

Se até no campo da improvisação e da música dita exploratória ou experimental há cartilhas, fazer algo de que não se está à espera só pode agradar. Assim foi em três concertos na SMUP nos quais esteve em causa uma atitude de não-conformismo. Aqui contamos como…

Ler mais

6 de Janeiro de 2018

De um ano para outro

texto Rui Eduardo Paes fotografia Cláudio Rêgo

Um solo do contrabaixista de “The Attic” (disco gravado no mesmo espaço com Rodrigo Amado e Marco Franco) e do trio The Selva e um regresso do grupo belga e do seu convidado português para apresentar um duplo álbum também aí registado marcaram a passagem de ano na SMUP. Contamos como foi aqui em baixo…

Ler mais

20 de Dezembro de 2017

Despedida sem dramas

texto Rui Eduardo Paes fotografia Nuno Martins

O festival com que a Granular se despediu este mês no O’culto da Ajuda deixou a certeza de que, se aquela associação pioneira terminou a sua função, os músicos que a constituíam, que gravitavam à sua volta ou que por ela foram de alguma maneira influenciados continuarão o seu projecto. A qualidade esteve sempre a um nível elevado, mas o pleno foi conseguido pelo quarteto de Pedro Carneiro, Yedo Gibson, Ulrich Mitzlaff e João Madeira.

Ler mais

12 de Dezembro de 2017

Entre extremos

texto Rui Eduardo Paes fotografia Cláudio Rêgo

O novo grupo europeu do contrabaixista esteve em Portugal para uma digressão destinada a apresentar um jazz «com conteúdo» que, apesar disso, não fosse elitista. Na Parede, o grupo fez algumas adaptações electrónicas ao seu figurino acústico, numa espécie de free-pop-folk-jazz que combinou os universos cobertos por editoras como NoBusiness, ECM, Rune Grammofon e Cuneiform. Sim, houve momentos que nos remeteram para Jan Garbarek e George Duke, para entusiasmo geral do público.

Ler mais

4 de Dezembro de 2017

Improvisar colectivamente

texto Rui Eduardo Paes fotografia Cláudio Rêgo

O mês de Novembro trouxe consigo mais uma edição – a 11ª – do festival promovido pela editora Creative Sources, pela primeira vez com cinco dias de duração. A jazz.pt esteve presente em alguns dos concertos e estes colocaram algumas questões que no futuro seria importante colocar em debate (foto acima: String Theory).

Ler mais

29 de Novembro de 2017

Sassetti, cinco anos depois

texto João Esteves da Silva fotografia Alexandre Cortez

O pianista galego Alberto Conde juntou a si os membros do Bernardo Sassetti Trio para prestar uma homenagem, na SMUP, ao músico desaparecido faz cinco anos. Foi uma bela maneira de celebrar o seu legado, e a jazz.pt esteve presente. No próximo ano, virá o disco.

Ler mais

21 de Novembro de 2017

Vibradores e pedaleiras

texto Rui Eduardo Paes fotografia Cláudio Rêgo

Usos instrumentais alternativos, preparações e dispositivos electrónicos são muitas vezes a garantia de que algo de diferente se vai ouvir. Ou não, como igualmente se verificou na série de concertos a que a jazz.pt assistiu entre o fim de Outubro e o meio de Novembro e de que aqui dá conta (Albert Cirera na foto acima)…

Ler mais

15 de Novembro de 2017

Contas trocadas

texto Gonçalo Falcão fotografia Paulo Pacheco

Num ano em que se assinalam 100 de gravações de jazz, o festival da cidade-berço contou mais com o concerto dos Mostly Other People Do the Killing para fazer essas contas do que com a Exciting Musical Trip Through 100 Years of Jazz Recording da All Star Orchestra de Vincent Herring, convidada para esse efeito. Aqui fica um relato disso e do que mais aconteceu na primeira semana do evento…

Ler mais

3 de Novembro de 2017

Os anjos no paraíso do rock

texto e fotografia Gonçalo Falcão

O novo álbum do guitarrista que já foi dos Telectu teve apresentação em Lisboa num local atípico para um projecto conotado com o jazz: o clube de rock Sabotage. Fomos até lá para perceber como funciona ao vivo a música que vem em disco…

Ler mais

1 de Novembro de 2017

Todos os jazzes

texto Rui Eduardo Paes fotografia João Duarte

Na sua 15ª edição, os Encontros de Jazz não foram apenas de Coimbra, embora aí se concentrasse a maior parte dos concertos. A jazz.pt foi assistir àquele que, este ano, terá sido o festival que reflectiu a maior diversidade de abordagens estéticas e de estilo a que se vai chamando jazz. É como segue…

Ler mais

31 de Outubro de 2017

Seixal e aquecimento local

texto Gonçalo Falcão fotografia Câmara Municipal do Seixal

Com um cartaz mais equilibrado e coerente do que vinha sendo hábito, o festival da “outra banda” trouxe até nós música de muita qualidade, num mês de Outubro que mais parecia de Agosto. O melhor que se ouviu veio de uma formação portuguesa, Slow is Possible, algo difícil de imaginar ainda não há muitos anos, e igualmente gratificante foi verificar como Lee Konitz fez das fraquezas próprias de ter 90 anos uma força.

Ler mais

12 de Outubro de 2017

Ficou no Google Maps

texto Nuno Catarino fotografia Jorge Monjardino

Mais uma vez apostando no jazz “mainstream”, mas abrindo o programa aos ritmos latinos e a projectos mais exigentes, a 19ª edição do festival açoreano não ficará, certamente, esquecida pela cantora e violinista Yilian Cañizares, que antes de apanhar o avião não sabia onde localizar a Ilha Terceira, mas depois conseguiu que o público da dita se rendesse à sua música. 

Ler mais

11 de Outubro de 2017

Animais e anjos

texto Rui Eduardo Paes fotografia Cláudio Rêgo

Diz-se que todo o ser humano tem um lado animal e um lado de anjo e isso ficou demonstrado de várias maneiras em cinco concertos decorridos em três dias na SMUP, com perspectivas diferentes de como improvisar. Foi do melhor que ali já se ouviu, com os About Angels and Animals (foto acima, com Pedro Melo Alves) a encontrarem, muito especialmente, um equilíbrio.

Ler mais

7 de Setembro de 2017

Perdidos e achados

texto Rui Eduardo Paes fotografia Cláudio Rêgo

Entre o fim de uma temporada de concertos e o início de outra, duas falsas orquestras foram à Parede e arriscaram. Uma quase se perdia e a outra muito lutou para encontrar o seu caminho, curiosamente a primeira porque se soltou da referência idiomática que a supunha e a segunda porque achou noutra a cola de que precisava. A jazz.pt conta como foi… 

Ler mais

11 de Agosto de 2017

Música transparente

texto Gonçalo Falcão fotografia Joaquim Mendes

A jazz.pt foi ao Hot Clube ouvir do trio de João Paulo Esteves da Silva, ao vivo, o que vem no álbum “Brightbird”, a publicar “oficialmente” em Novembro próximo, mas já com alguns exemplares disponibilizados nos três concertos que o grupo está a protagonizar na lisboeta Praça da Alegria – o último dos quais hoje mesmo. A música parece feita de vidro, mas tem um mundo de ideias dentro.

Ler mais